quarta-feira, 4 de maio de 2011

PORTA DOS CAVALEIROS RESERVA 2008

Ontem fui ao Pingo Doce e perdi um tempinho a ver se havia novidades, nem que fosse para mim. Encontrei algumas coisas, entre elas este vinho tinto feito de Touriga Nacional, de uma casa que para mim faz bons vinhos e que gosto bastante, e de uma região que tem grandes vinhos e que nem todas as pessoas na hora da compra de um vinho a escolhem. Um vinho das Caves São João, Dão, um Reserva de 2008 que assim que cheguei a casa abri. Fiquei curioso para ver, cheirar e saborear este Touriga Nacional, e o que senti foi o seguinte: Muito bom vinho.

No aspecto, limpido, lágrima persistente e de cor violeta. No nariz, limpo, jovem e de intensidade média. Nos aromas, um vinho com muito equilibrio, fruta madura, alguma madeira mas suave e um toque floral proveniente desta casta. Na boca, seco, boa acidez, de corpo médio a portar-se bem, com alguma untuosidade, frutado, madeira suave bem integrada, com taninos redondos, intensidade média e de final de boca médio e muito agradável. 

Fiquei surpreendido com a qualidade demonstrada, um vinho que tem um preço muito convidativo para a qualidade e muito bem feito. Não percam e experimentem que vale a compra.

Podem acompanhar com queijo de cabra ou umas farinheiras fritas com alho, e o respectivo pão.

Nota: 16,5
Preço: 5,98€ no Pingo Doce

3 comentários:

enoperiplos disse...

Também quero!
Esse em questão não conheço, mas posso dizer que gosto bastante do Porta dos Cavaleiros Tinto 2007 (recomendado pela Blue Wine).

Este é um dos meus preferidos do Dão na gama de preços a que pertence! Aliás, na minha opinião, o vinho vale algo mais do que uns meros 2,19, valor que o sítio do costume pede por ele.

Fiquei surpreendido por o PD ter por lá exemplares desse TN; na minha localidade não se encontra nada do género.

Então e... a receita dessa farinheira frita com alho?

Bons vinhos!

Unknown disse...

Também já provei esse e gosto bastante, é um vinho honesto. Este em causa é de facto um vinho muito bom e que aconselho sem hesitar. Quanto à farinheira com alho, abre-se duas ou mais farinheiras, pica-se 2 ou mais dentes de alho, consoante o numero de pessoas à mesa, salsa bem picadinha a gosto e pimenta. Numa tigela, mistura-se bem a farinheira, alho, salsa e pimenta a gosto. Pode-se fazer bolinhas como as almondegas mas pequeninas, e numa frigideira, só com um fio de azeite para não pegar, frita-se as bolinhas sempre a virá-las até ficarem douradas. E já está. Delicioso.

Hélder Marques disse...

Boas,
O vinho já tinha curiosidade, agora a farinheira com alho, parece-me muito bem. Tenho de experimentar.
Farinheira, só com ovos mexidos.

Obrigado, pela partilha.