quinta-feira, 26 de julho de 2012

SERIES RUFETE 2010

A Real Companhia Velha acaba de lançar este vinho. Um monocasta de Rufete, uma casta antiga do Douro e também usada no Dão, sendo muito usada em Vinhas Velhas. Uma casta com pouco potencial para envelhecer, e usada sozinha, estando ela no ponto para ser lançada como tal, dá vinhos bem estruturados e com aromas a framboesas e florais, muito atraente em palato. Estava ansioso para provar este vinho, e aqui está ele. Não me desiludiu em nada. O produtor diz que é um tinto de Verão, sendo a perfeição de consumo a uma temperatura de 10º. Eu, experimentei a 10º e a 15º como é de normal nos tintos, ou pelo menos à temperatura que eu gosto mais.

Límpido, rubi e com alguma lágrima presente. Aromas a framboesas e notas florais, erva cortada e ligeiro vegetal. Na boca, seco, médio corpo, fruta madura, acidez fantástica e muito bem casada com a fruta, fresco, ligeiro especiado, intensidade média e de final de boca longo. A 10º pareceu ser mais estável e mais guloso, mas a 15º também se portou na perfeição, soltando mais a fruta madura. Fiquei fã.


Região: Douro
Castas: Rufete
Tipo: Tinto
Álcool: 13%
Produtor: Real Companhia Velha

Nota Pessoal: 17
Preço: a rondar os 7€
Enviar um comentário